Sindicato do Vestuário de Sorocaba reforça campanha mundial pelo fim da violência contra as mulheres

Debate fez parte de uma Conferência entre sindicalistas da América Latina e Caribe, realizada na última semana,  no Panamá.

Por: Redação STI Vestuário de Sorocaba

 

De 14 a 16 de maio, a presidenta do Sindicato do Vestuário de Sorocaba e região, Paula Proença, participou da Conferência da IndustriALL para a  América Latina e Caribe, realizada na Cidade do Panamá. “A IndustriALL é um Federação Global que representa mais de 50 milhões de trabalhadores e trabalhadoras em todos os continentes. Na Conferência da América Latina e Caribe debatemos diversos assuntos que impactam diretamente na vida e no trabalho das pessoas. Lutar pelos Direitos sociais e trabalhistas, pela democracia e por melhores condições de vida e trabalho são tarefas centrais dos sindicatos. Para tanto, as entidades precisam construir mecanismos capazes de fortalecer a sindicalização e a participação dos trabalhadores e das trabalhadoras”, conta Proença.

foto 2

Um dos assuntos amplamente debatidos na Conferência se refere à luta contra todas as formas de violência de gênero. A IndustriALL lançou recentemente uma campanha mundial denominada “Eu Me Comprometo”, numa referência clara que o combate à violência contra as mulheres nos locais de trabalho e na sociedade é uma tarefa de homens e mulheres que se comprometem em construir um mundo melhor, mais justo e fraterno. “O machismo faz com que milhões de mulheres em todo o mundo sofram discriminação no trabalho e sejam vítimas de violência física, mental, econômica e social em suas próprias casas. A campanha da IndustriALL pretende comprometer homens e mulheres para atuar contra todas as formas de violência que atingem as mulheres, dentre elas o machismo e o preconceito”, explicou.

Uma das propostas centrais da Campanha se refere ao desafio enfrentado pelas entidades sindicais sobre a participação das mulheres em suas direções. “A experiência da CUT Brasil,  que tem metade de sua direção formada por mulheres, ressoou de forma muito positiva nos demais países da América Latina e outras regiões do mundo e suscitou  a proposta de ampliar a participação feminina na direção da própria IndustriALL, cuja cota atual é de 30%.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s