Centrais Sindicais convocam luta em todo o país contra a Reforma da Previdência –

Por: Redação CNTRV –

No dia 19 de fevereiro, a Câmara dos Deputados promete votar a Reforma da Previdência que colocará fim ao direito à aposentadoria. Como resposta, as principais centrais sindicais do país (CUT, CSB, CTB, Força Sindical, Nova Central, UGT e Intersindical) decidiram, em reunião realizada nesta quarta-feira, 31,  intensificar a jornada de lutas em defesa da Previdência e do direito à aposentadoria.

Em todo o país serão realizados protestos, paralisações, assembleias com os trabalhadores/as, panfletagens e conversas com os deputados e deputadas, incluindo o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM). A agenda será permanente até que a Câmara retire a Reforma da pauta. Em 19 de fevereiro será realizado o Dia Nacional de Luta contra a Reforma da Previdência.

Enquanto isso, Temer e seus aliados, dentre eles o apresentador e dono da concessão pública do canal de TV transmissor do SBT, Silvio Santos, seguem com propagandas enganosas na tentativa de convencer a população que uma Reforma da Previdência que retira o direito à aposentadoria é a única forma de salvar o INSS, argumento amplamente contestado pela CPI da Previdência, cujos resultados confirmam: “a Previdência pública brasileira não é deficitária”. A CPI apontou ainda uma dívida à Previdência, gerada por empresas privadas, no valor aproximado de R$ 450 bi.

 

Paralisações

O tema central da jornada de lutas é “Se botar pra votar, o Brasil vai parar”, numa clara referência de que os sindicatos devem realizar assembleias para dialogar com os trabalhadores sobre a importância das paralisações como forma de pressionar os parlamentares.

 

Ano eleitoral

Em ano eleitoral, a principal arma dos que serão amplamente prejudicados, caso a Reforma da Previdência seja aprovada, é o título de eleitor. “Não se trata de chantagem. É um recado claro que os trabalhadores e as trabalhadores devem enviar ao parlamento: não votamos em quem retira nossos direitos”, frisa a presidenta da Confederação Nacional dos Trabalhadores no Ramo Vestuário da CUT (CNTRV), Cida Trajano.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s