Novo delator confirma caixa 2 de senador tucano

Um segundo delator confirmou para a Polícia Federal a doação de R$ 200 mil em dinheiro vivo à campanha de Aloysio Nunes. Segundo o ex-diretor financeiro da UTC, Walmir Pinheiro, o dinheiro foi entregue na sede da empresa em São Paulo para o advogado Marco Moro, que conheceu o tucano por volta de 1970.

A primeira acusação contra o senador tucano foi feita pelo empresário Ricardo Pessoa, da UTC e da Constran, que dizia ter pago recursos via caixa dois para a campanha dele em 2010. Em nota, o senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) rebate as afirmações e diz que todas as doações para a campanha foram declaradas e aprovadas pelo Tribunal Superior Eleitoral.